HomeAMPROUncategorized

Unidade do MP em São Miguel passa a se chamar Promotoria de Justiça Jonatas Albuquerque Pires Rocha

A unidade do Ministério Público de Rondônia em São Miguel do Guaporé passou a se chamar oficialmente, nesta sexta-feira (20/08), Promotoria de Jus

Inscrições para o 1º Seminário da Frentas já estão abertas
MP obtém liminar que suspende interdição e decreta retorno de aulas presenciais em Escola em Buritis
CONAMP apresenta Agenda de Proteção das Mulheres à Coordenadora-geral da Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados

A unidade do Ministério Público de Rondônia em São Miguel do Guaporé passou a se chamar oficialmente, nesta sexta-feira (20/08), Promotoria de Justiça Jonatas Albuquerque Pires Rocha, em homenagem póstuma ao Promotor de Justiça, que atuou na comarca, falecido no início deste ano. O ato selou o reconhecimento do MP ao legado de seu integrante nessa região do Vale do Guaporé. A solenidade foi realizada de modo semipresencial, com transmissão pelo canal do MP no YouTube (www.youtube.com/mprobr).

A cerimônia teve as presenças do Procurador-Geral de Justiça, Ivanildo de Oliveira, da esposa do Promotor homenageado in memoriam, Daniela Albuquerque da Silva Rezende; membros e servidores do MP, além de integrantes dos Poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e Defensoria Pública, que participaram virtual e presencialmente.

Em seu discurso, o Procurador-Geral de Justiça falou sobre a importância do reconhecimento, in memoriam, ao trabalho do integrante do Ministério Público rondoniense, em razão de sua valorosa atuação na região.

Na ocasião, Ivanildo de Oliveira destacou que o tributo – a nomeação de uma Promotoria de Justiça em homenagem a um integrante da Instituição – é resultado de ato oficial do Colégio de Procuradores, que aprovou a iniciativa em louvor ao desempenho e ao legado de Jonatas Albuquerque. “A cerimônia de hoje tem o condão de eternizar a memória desse dedicado Membro do Ministério Público de Rondônia, deixando gravado seu nome unidade do MP em São Miguel, como registro histórico de sua dedicação e comprometimento”, afirmou.

Também presente, o Presidente da Ampro, Promotor de Justiça Éverson Antonio Pini, ressaltou o desempenho do Promotor na missão institucional, afirmando que sua trajetória de nove anos no MP, embora breve, foi de muita intensidade e devoção. “Jonatas será sempre um integrante do MPRO”, afirmou.

O Promotor de Justiça Felipe Magno Silva Fonsêca, que sucedeu Jonatas Albuquerque na comarca de São Miguel, falou da relação que o integrante do MP tinha com os servidores do MPRO, poderes constituídos, instituições policiais e, principalmente, com a comunidade. “Mesmo no exercício de suas atividades, fiscalizando e cobrando os órgãos, ele obtinha das pessoas essa admiração. Acima de tudo, era um amigo da sociedade”, disse.

Família – Ao fazer uso da palavra, a esposa do Promotor de Justiça, Daniela Albuquerque da Silva Rezende, agradeceu a homenagem, reafirmando o compromisso de Jonatas Albuquerque com a causa do Ministério Público de Rondônia, destacando sua vocação em servir à sociedade. “Em nome da minha família, deixo meus agradecimentos aos membros do MP e aos servidores da Promotoria de São Miguel”, pontuou, emocionada.

A cerimônia em homenagem ao Promotor de Justiça teve a presença do Diretor do Centro de Atividades Extrajudiciais (Caex), Procurador de Justiça Carlos Grott e do Coordenador de Planejamento e Gestão (Coplan), Promotor de Justiça Tiago Lopes Nunes, além de colaboradores da Promotoria. Virtualmente, acompanharam a solenidade o Procurador de Justiça Airton Pedro Marin Filho, a Secretária-Geral de Administração e Planejamento da Defensora Pública do Estado, Beatriz de Andrade Chaves, e a Defensora Pública da comarca, Débora Machado Aragão.

Histórico – Jonatas Albuquerque ingressou nos quadros do Ministério Público de Rondônia através do XX concurso para provimento do cargo de Promotor de Justiça Substituto. Após a posse, ocorrida em 13 de julho de 2012, passou por diversas comarcas, tendo sido titularizado na Promotoria de São Miguel do Guaporé, onde atuou de 2015 a 2019. Após uma breve passagem pela Comarca de Santa Luzia, Jonatas foi promovido para a 2ª Promotoria de Justiça Espigão do Oeste em 2020, onde permaneceu trabalhando até seu falecimento precoce, em decorrência de complicações causadas pela covid-19.

No período em que esteve em São Miguel, o Promotor teve atuação contundente no combate à criminalidade e à improbidade administrativa. Também empreendeu esforços na seara da Infância e Juventude, realizando operações noturnas em São Miguel e Seringueiras para prevenir, combater e responsabilizar autores de abusos. Na área da saúde, instaurou procedimento que resultou na reforma do Hospital Massal Okamoto, um trabalho que teve ampla repercussão na comunidade local.

Jonatas Albuquerque faleceu no dia 28 de fevereiro deste ano, aos 38 anos, em decorrência de complicações da covid-19, deixando esposa e filha.

Fonte MPRO/DCI- Departamento de Comunicação Integrada