HomeAMPRO

Promotor de Justiça participa de reunião com ministra da Família, Mulher e Direitos Humanos

O promotor de Justiça da 35ª Promotoria de Justiça de Porto Velho (Curadoria da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher) Héverton Alves de Aguiar se reuniu com a ministra da Família, Mulher e Direitos Humanos, Damares Alves, na última quarta-feira (20), em Brasília (DF). Durante o encontro, vários temas foram abordados como a violência contra as mulheres rondoniense e o projeto Casa da Mulher Brasileira.

Preservando história, MPRO abre as comemorações de 40 anos com reinauguração de Memorial e lançamento de selos
Ministério Público de Rondônia vence premiação do CNMP na área de Segurança Institucional
GAESF registra recorde de valores recuperados para o Governo do Estado de Rondônia em 2021

Promotor de Justiça durante reunião com a ministra Damares Alves, em Brasília.

O promotor de Justiça da 35ª Promotoria de Justiça de Porto Velho (Curadoria da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher) Héverton Alves de Aguiar se reuniu com a ministra da Família, Mulher e Direitos Humanos, Damares Alves, na última quarta-feira (20), em Brasília (DF). Durante o encontro, vários temas foram abordados como a violência contra as mulheres rondoniense e o projeto Casa da Mulher Brasileira.

Também estavam presentes a deputada federal Mariana Carvalho e a secretária municipal adjunta da Assistência Social e da Família (Semasf) de Porto Velho, Ana Negueiros.

(Foto: Divulgação)

“Apresentei à ministra dados mostrando a situação de violência e vulnerabilidade de nossas mulheres. Problema que assola as rondonienses”, comentou o promotor de Justiça Héverton Aguiar.

Na reunião, a ministra Damares Alves garantiu que o projeto Casa da Mulher será executado em Porto Velho e, também, será implantado no Estado de Rondônia o Projeto Salve uma Mulher.

CNOMP
O promotor de Justiça, que também exerce a função de ouvidor-geral do Ministério Público do Estado de Rondônia, aproveitou o encontro para convidar a ministra para participar de sua posse como presidente do Conselho Nacional dos Ouvidores-Gerais do Ministério Público (CNOMP), que ocorrerá no dia 29 de março.

Héverton acrescentou que CNOMP pretende firmar parceria com o Ministério da Família, Mulher e Direitos Humanos para que as Ouvidorias do MP brasileiro possam atuar de forma a facilitar o acesso à Justiça de mulheres vítimas de violência.