Procurador-Geral de Justiça recebe representante do Ministério Público Militar

HomeAMPRO

Procurador-Geral de Justiça recebe representante do Ministério Público Militar

O Procurador-Geral de Justiça, Ivanildo de Oliveira, recebeu na manhã desta sexta-feira, (26/8) em seu gabinete, juntamente com o Chefe de Gabinete da PGJ, Promotor de Justiça Alexandre Jésus de Queiroz Santiago, o Diretor-Geral do Ministério Público Militar (MPM), Alexander Jorge Peres.

Manoel Murrieta é reconduzido à presidência da CONAMP
Presidente da Conamp afirma que plea bargain significa modernização do processo penal sem condenação de pessoas inocentes
Membros do MPRO se reúnem com comando da 17a Brigada

O Procurador-Geral de Justiça, Ivanildo de Oliveira, recebeu na manhã desta sexta-feira, (26/8) em seu gabinete, juntamente com o Chefe de Gabinete da PGJ, Promotor de Justiça Alexandre Jésus de Queiroz Santiago, o Diretor-Geral do Ministério Público Militar (MPM), Alexander Jorge Peres.

O Diretor-Geral está em Porto Velho para um contato mais próximo com instituições locais, com a finalidade de, a princípio, apresentação, bem como tratar da proposta de instituir em Porto Velho uma Procuradoria Militar.

De pronto, recebeu as boas-vindas e a manifestação de apreço e apoio do Procurador-Geral de Justiça ao propósito. Ivanildo de Oliveira elogiou a iniciativa, que faz parte do planejamento estratégico do MPM, e colocou o Ministério Público de Rondônia à disposição para ajudar no que for possível. “Somos parceiros de iniciativas que corroborem com políticas públicas de segurança e com transparência”, enfatizou.

O Ministério Público Militar é responsável pelo controle externo das forças armadas e atualmente está presente em 60 (sessenta) por cento dos estados brasileiros. Segundo o Diretor-Geral, a intenção é chegar a todas as capitais das unidades da federação.

Alexander Jorge Peres explicou que a visita institucional também tem a intenção de promover uma aproximação e integração entre as instituições para o desenvolvimento de parcerias futuras.

 

 

Fonte: MPRO/Gerência de Comunicação Integrada (GCI)