MP obtém condenação de homem acusado de matar venezuelana a facadas na presença do filho em Ariquemes

HomeAMPRO

MP obtém condenação de homem acusado de matar venezuelana a facadas na presença do filho em Ariquemes

O autor do crime, denunciado pelo Ministério Público, foi condenado a 30 anos de prisão por feminicídio, com os agravantes de motivo fútil, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima.

NOTA PÚBLICA: Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais dos Ministérios Públicos dos Estados e da União (CNPG)
FRENTAS repudia inclusão da Magistratura e do Ministério Público na Reforma Administrativa
CONAMP promove palestra virtual sobre reforma administrativa

O autor do crime, denunciado pelo Ministério Público, foi condenado a 30 anos de prisão por feminicídio, com os agravantes de motivo fútil, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima.

O júri foi realizado na última sexta-feira (18/11), na comarca de Ariquemes, e teve a atuação da Promotora de Justiça Natalie Del Carmen Rodrigues de Carvalho Maranhão.

Os jurados acataram na íntegra a denúncia do MP e a sentença relatou a gravidade da circunstância do crime. A mulher, de 26 anos, venezuelana, foi morta a facadas na região do pescoço, na presença do filho de cinco anos.

O corpo de Rosmira Margarita Hurtado Perez, segundo o inquérito relatado pela Polícia Civil, foi encontrado em um colchão, na residência do casal, e a criança estava ao lado.

O réu fugiu, porém, seis dias após o crime, se apresentou à polícia e confessou o crime, que teria sido cometido por ciúmes.

Após o anúncio da sentença, o réu foi conduzido novamente à unidade prisional de Ariquemes, onde cumprirá a pena.

A criança foi levada pela avó materna pra viver com ela na Venezuela.

Fonte: MPRO/Gerência de Comunicação Integrada (GCI)