Membros do MPRO participam do 23º Congresso Nacional do MP, em Goiânia (GO)

HomeAMPRO

Membros do MPRO participam do 23º Congresso Nacional do MP, em Goiânia (GO)

Promotores e procuradores de Justiça de Rondônia participam, na última semana, do 23º Congresso Nacional do Ministério Público, que acontece em Goiâni

Cláudio Barros é o novo coordenador da comissão de aposentados da CONAMP
AMPRO articula de evento “Caravana pra Elas”, voltado para mulheres em situação de vulnerabilidade
Presidente da Ampro vota a favor do encaminhamento de ofício ao presidente Temer pelo veto do PL-7448/17

Promotores e procuradores de Justiça de Rondônia participam, na última semana, do 23º Congresso Nacional do Ministério Público, que acontece em Goiânia (GO). O evento foi promovido pela Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp) e pela Associação Goiana do Ministério Público (AGMP). Nesta edição, o tema foi “Ministério Público e a defesa dos direitos fundamentais: foco na efetividade”.

O evento aconteceu com o propósito de reunir promotores e procuradores de todo o país para discussão de questões jurídicas, econômicas e sociais afetas à atuação do Ministério Público e de interesse da sociedade brasileira.

“A realização de um evento desse porte é de suma importância para a qualificação e aprimoramento dos membros do MP de todo o país, por meio da integração. Rondônia foi muito bem representada. Promotores e procuradores que, com certeza, retornaram para o estado com mais conhecimento e ideias para atuar em defesa da sociedade”, comentou o presidente da Associação dos Membros do Ministério Público de Rondônia (Ampro), promotor de Justiça Alexandre Jésus Santiago.

Além do presidente da Ampro, estiveram presentes no congresso, o procurador-geral de Justiça do MPRO, Aluildo de Oliveira Leite; corregedor-geral do MPRO, Cláudio Woff Harger; e o procurador Ildemar Kussler.

Também participaram os promotores: Analice da Silva, Andréa Waleska Nucini Bogo, Atilla Sales, Charles Martins, Dinalva Souza de Oliveira, Edna Antônia Capeli da Silva Oliveira, Eiko Danieli Vieira Araki, Emilia Oiye, Felipe Miguel Souza, Fernanda Alves Poppl. Flávia Barbosa Shimizu Mazzini, Gerson Martins Maia, Héverton Alves de Aguiar, Isaías Costa Dias, Ivanildo de Oliveira, Jefferson Marques Costa, Jesualdo Euripedes Leiva de Faria, Joice Gushy Mota Azevedo, Lisandra Vanneska Monteiro Nascimento Santos, Marcília Ferreira da Cunha e Castro, Marcos Giovane Ártico, Matheus Kuhn Gonçalves, Roosevelt Queiroz Costa Júnior, Thiago Gontijo Ferreira, Tiago Cardore, Valéria Giumelli Canestrini.

O evento

Foto: Conamp

A abertura oficial do 23º Congresso Nacional do Ministério Público, ocorrida no último dia 4 de setembro, foi marcada pela palestra “Enfrentamento ao crime organizado e à corrupção sistêmica”, proferida pelo Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

Durante a palestra, Moro afirmou que o Ministério da Justiça continuará investindo no modelo de forças tarefas para o enfrentamento do crime organizado, lembrando a Operação Mãos Limpas, da Itália e outras operações, nos Estados Unidos. “No âmbito do Ministério Público, é essencial realizar esse trabalho com forças-tarefas, que são necessárias para que tenhamos bons resultados contra a corrupção e o crime organizado no País”, disse.

Antes da palestra, os presidentes da Conamp, Victor Hugo Azevedo, e da Associação Goiana do Ministério Público (AGMP), José Carlos Nery, fizeram suas considerações.

O presidente da Conamp, Victor Hugo Azevedo, ressaltou que o evento tem por finalidade qualificar melhor os membros da instituição e debater temas relevantes e que buscam uma maior efetividade do Ministério Público em todo o país. “O que queremos é discutir como o Ministério Público pode ser mais efetivo no exercício das suas funções”, explicou.

Já o presidente da AGMP, José Carlos Nery, destacou que temas como meio ambiente, controle de políticas públicas, proteção da criança e do idoso, equidade de gênero, direito à saúde e combate à corrupção estarão presentes nas palestras e apresentações de teses do evento.

O procurador-geral de Justiça de Goiás, Aylton Flávio Vechi, o presidente do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais (CNPG), Paulo Cézar dos Passos; e o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, também discursaram na solenidade.

O 23º Congresso Nacional do Ministério Público ocorre a cada dois anos e voltou a Goiânia após 23 anos. No encerramento do evento, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, ministrou uma palestra com o tema “Ministério Público, Direitos Fundamentais e Democracia”.