HomeAMPRO

Comissão de Mulheres da Conamp realiza primeira reunião, em Brasília

A Comissão de Mulheres da Associação Nacional do Membros do Ministério Público (Conamp) realizou a primeira reunião, na última quarta-feira (12). O

Eleitor do Futuro: MP recebe jovens estudantes para um papo sobre direitos, cidadania e voto
Promotor de Justiça Éverson Antônio Pini fala sobre o projeto ‘Acudinha’ para a ressocialização de adolescentes infratores
Procurador-geral de Justiça, Aluildo de Oliveira Leite, e o procurador Cláudio Wolff Harger assinam acordo para campanhas sobre doação de medula óssea

(Foto: Ascom Conamp)

A Comissão de Mulheres da Associação Nacional do Membros do Ministério Público (Conamp) realizou a primeira reunião, na última quarta-feira (12). O encontro foi presidido pelo presidente da entidade, Victor Hugo, e contou com participação de vários representantes das associações afiliadas. Por Rondônia estavam presentes a membro da comissão, promotora Tânia Garcia Santiago, e o vice-presidente da Associação do Ministério Público de Rondônia (Ampro), Carlos Grott.

(Foto: Ascom Conamp)

Dominou a pauta o debate sobre a organização e a rotina dos trabalhos da comissão. Nayani Kelly Garcia, indicada pela Associação Paranaense do MP, foi eleita coordenadora. Nos cargos de subcoordenadora e secretária, foram eleitas Elisamara Sigles Vodonos Portela, indicada pela Associação do MP de Mato Grosso, e Luciana Cristina Giannasi, indicada pela Associação Mineira do MP, respectivamente.

Foi definido ainda, por unanimidade, pelas integrantes da comissão, que o objetivo do grupo é valorizar as mulheres do Ministério Público Brasileiro; propor ideias e estratégias pela garantia da representatividade e igualdade institucional e associativa; e acompanhar processos legislativos de interesse da classe ou que afetem diretamente direitos fundamentais das mulheres.

“Esta comissão de mulheres integra um conjunto de nossa entidade que ter por como objetivo acabar com qualquer resquício de preconceito e discriminação, bem como concretizar o princípio da igualdade, alicerce da sociedade projetada pela Constituição Federal para a nação brasileira, também no âmbito do Ministério Público”, disse o presidente da Conamp.

(Foto: Ascom Conamp)