Atuação do MPRO é tema de palestra para acadêmicos na capital

HomeAMPRO

Atuação do MPRO é tema de palestra para acadêmicos na capital

Atendendo a um convite formulado pela Coordenadora da pós-graduação em gestão pública e professora de licitações e contratos do Instituto Federal de Rondônia, professora Natascha Alexandrino, a Coordenadora do Grupo de Atuação de Defesa do Patrimônio Público e Combate à Criminalidade (GAEC), Promotora de Justiça Fernanda Alves Pöppl, participou de uma conversa com acadêmicos ontem (20/10).

Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo da Conamp tem participação da Ampro, no RS
Membros do MPRO se reúnem com comando da 17a Brigada
Cláudio Barros é o novo coordenador da comissão de aposentados da CONAMP

Atendendo a um convite formulado pela Coordenadora da pós-graduação em gestão pública e professora de licitações e contratos do Instituto Federal de Rondônia, professora Natascha Alexandrino, a Coordenadora do Grupo de Atuação de Defesa do Patrimônio Público e Combate à Criminalidade (GAEC), Promotora de Justiça Fernanda Alves Pöppl, participou de uma conversa com acadêmicos ontem (20/10).

A palestra proferida para alunos do 2º e 3º anos da graduação em gestão pública, trouxe na temática a atuação geral do Ministério Público em defesa da sociedade.

A Promotora de Justiça Fernanda Alves Pöppl abordou a atuação da Instituição nas áreas cível, do consumidor, júri, infância e Juventude, saúde, educação, meio ambiente, patrimônio público, pessoa com deficiência, idoso, entre outras.

Ela destacou ainda a criação dos Grupos de Atuação Especial (GAEs), que são unidades de apoio à atuação dos membros e da administração superior da unidade e qual o papel dos promotores e procuradores de Justiça.

Ao final, os acadêmicos tiveram oportunidade de fazer questionamentos, aprofundando alguns dos assuntos de maior interesse, bem como tirar dúvidas acerca dos relatos. “A experiência é sempre importante para difundir a atuação do MP, colaborando, dessa forma, com a formação acadêmica dos jovens”, concluiu a promotora.

Fonte: MPRO/Gerência de Comunicação Integrada (GCI)