Ato nacional contra PEC 05/21 é realizado em Brasília

HomeAMPROUncategorized

Ato nacional contra PEC 05/21 é realizado em Brasília

Membros do Ministério Público brasileiro se reuniram na manhã desta terça-feira (19/10) em Brasília para alertar a sociedade sobre os prejuízos que a

Ministério Público recebe visita do Presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia
Promotora Valéria Giumelli Canestrini integra nova diretoria da Abrampa
Presidente da Ampro participa de reunião do Conselho Deliberativo da Conamp, na Paraíba

Membros do Ministério Público brasileiro se reuniram na manhã desta terça-feira (19/10) em Brasília para alertar a sociedade sobre os prejuízos que a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 05/2021, que altera a composição do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). A medida atinge diretamente o trabalho dos Promotores(as) e Procuradores(as) de Justiça que atuam contra o avanço do crime organizado, na garantia dos direitos humanos, na defesa do meio ambiente, no combate aos atos de corrupção e nas demais ações que necessitam da autonomia funcional dos integrantes da instituição.

“Nesse ato queremos demonstrar e reafirmar o nosso compromisso com a sociedade brasileira, com a missão constitucional que foi dada ao Ministério Público em 1988”, declarou o presidente da CONAMP, Manoel Murrieta. Ele citou os aspectos negativos da PEC 5, como a rapidez da tramitação; a fragilização da corregedoria nacional e a possibilidade de impregnar o CNMP com debate partidário; a quebra de paridade com o Conselho Nacional de Justiça; e a violação da independência dos membros do MP. “Não concordamos com abusos nem desvios. Somos favoráveis ao aperfeiçoamento desde que ocorra em uma lógica de fortalecimento institucional, de respeito à Constituição, de avanço nos instrumentos de atuação em defesa da sociedade”, afirmou.

O ato foi convocado pela Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), pelo Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais (CNPG), pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), Associação Nacional dos Procuradores e Procuradoras do Trabalho (ANPT), Associação Nacional do Ministério Público Militar (ANMPM) e Associação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (AMPDFT).

A votação do texto da PEC está prevista para ocorrer na tarde de hoje. Para que seja aprovada, a proposta precisa receber pelo menos 308 votos na Câmara e 49 no Senado Federal, em dois turnos.

20211019 100549 Personalizado

20211019 100137 Personalizado

20211019 100434 Personalizado

20211019 101912 Personalizado

20211019 101810 Personalizado

20211019 1021580 Personalizado

20211019 093930 Personalizado

WhatsApp Image 2021 10 19 at 08.49.41 1 Personalizado

WhatsApp Image 2021 10 19 at 08.49.41 Personalizado

 

Fonte: CONAMP