AMPRO entrega camisetas doadas ao projeto Epilepsia em Debate na Sociedade

HomeAMPRO

AMPRO entrega camisetas doadas ao projeto Epilepsia em Debate na Sociedade

O presidente da Associação do Ministério Público de Rondônia (AMPRO), Promotor de Justiça, Éverson Antônio Pini, entregou na manhã de hoje (12/1), 100 (cem) camisetas para o Procurador de Justiça Edmilson José de Matos Fonseca, decano e idealizador do projeto Epilepsia em Debate na Sociedade.

Associações do Ministério Público divulgam nota contra investigação instaurada pelo presidente do STJ
Ampro parabeniza MPRO por conceito excelente na avaliação do CNMP em planejamento estratégico
Desocupação do Parque Estadual de Guajará-Mirim é discutida entre MP, órgãos ambientais e de segurança

O presidente da Associação do Ministério Público de Rondônia (AMPRO), Promotor de Justiça, Éverson Antônio Pini, entregou na manhã de hoje (12/1), 100 (cem) camisetas para o Procurador de Justiça Edmilson José de Matos Fonseca, decano e idealizador do projeto Epilepsia em Debate na Sociedade.

O presidente da AMPRO disse que a Associação sempre reconheceu a importância do trabalho desenvolvido em prol das pessoas com epilepsia no estado, mas acima de tudo, destacou a atuação incansável do Procurador de Justiça, que nunca mediu esforços em prol da causa, que também tem o apoio do Ministério Público.

Éverson Antônio Pini fez questão de pontuar a evolução desses 12 (doze) anos de criação da Associação Ana Fonseca de Epilepsia, entidade sem fins lucrativos, que atende pessoas com a doença e seus familiares, com serviços médico, jurídico e assistencial, sob a direção da Defensora Pública aposentada Rosária Gonçalves Novais Marques, esposa do Procurador de Justiça Edmilson José de Matos Fonseca. “Nós acompanhamos o nascimento do projeto e podemos afirmar a abrangência do trabalho, que hoje faz parte da sociedade brasileira”, concluiu o presidente da AMPRO.

O Procurador de Justiça Edmilson Fonseca, por sua vez, agradeceu a valorosa e indispensável ajuda do Ministério Público e da AMPRO, que sempre acreditaram no propósito da Associação Ana Fonseca, e, dentro das possibilidades, vêm apoiando a iniciativa, que tem atingido um número cada vez maior de portadores não só de epilepsia, mas também de outras doenças, como um centro de referência em Rondônia. “Sem essa parceria seria muito difícil percorrermos esses 12 anos e, ao mesmo tempo, galgarmos tamanha visibilidade e respeito da sociedade”, enfatizou o decano.

Fonte: MPRO/Gerência de Comunicação Integrada (GCI)